Os dados coletados pelos Líderes Voluntário da Ciência fornece informações vitais sobre a saúde da água doce do nosso planeta e melhoram nossa compreensão de como corpos d'água se comportam. A Earthwatch tem o prazer de revelar os resultados até agora.
 

Destaques:

  • 6000 conjuntos de dados coletados entre maio de 2013 e dezembro de 2014

  • 1000 corpos d’água pesquisados mundialmente

  • Observações Líderes Voluntário da Ciência das fontes de poluição/uso da terra fornecem informações principais

  • Combinar dados de satélite e dados de Líderes Voluntário da Ciência melhora a previsibilidade dos corpos d’água.
     

 


 

Os cientistas da FreshWater Watch analisaram 6000 conjuntos de dados, representando 1000 corpos d'água, carregados pelos Líderes Voluntário da Ciência entre maio de 2013 e dezembro de 2014.

Algumas das conclusões preliminares confirmaram as hipóteses dos cientistas, enquanto outras foram mais surpreendentes. O mais importante, todos os dados coletados pelo Líderes Voluntário da Ciência até agora estão fornecendo informações valiosas sobre a gestão de conservação da água no mundo todo.
 

Água mineral v. água corrente

Os dados indicam diferenças encontradas em corpos d’água “lênticos” e “lóticos” que parecem ser uniformes no mundo todo. Os corpos d’água lênticos são ecossistemas de água parada, como lagos e lagoas, enquanto os corpos d'água lóticos são aqueles de água corrente, como rios e córregos.
 

 

Líderes Voluntário da Ciência vem detectando nutrientes - fosfatos e nitratos - dissolvidos em ambos os tipos de corpos d'água. As plantas aquáticas precisam destes nutrientes para crescer, mas se muitos nutrientes entrarem nos corpos d’água - vindos de águas residuais ou fertilizantes agrícolas, por exemplo - isso pode ser prejudicial para a saúde do corpo d’água.

As conclusões do FreshWater Watch até agora mostram que, com base em dados de 32 áreas urbanas em quatro continentes, os teores de nitratos tendem a ser maiores em corpos d'água corrente. Os níveis de fosfato geralmente também parecem ser mais elevados, mas a informação é menos clara. Essa uniformidade global é uma descoberta interessante que nossos cientistas pretendem estudar mais.
 

Algas tóxicas

Quando um corpo d'água fica com muitos nutrientes, as microalgas (fitoplâncton) na água prosperam, criando 'algas' que, se não controladas, podem interromper a luz solar e o oxigênio de alcançarem a vida selvagem abaixo da água. Em alguns casos, o crescimento excessivo das micro algas libera toxinas que tornam a água perigosa para os seres humanos e animais que bebem dela.

A análise dos dados da FreshWater Watch confirmaram a hipótese dos cientistas de que eventos de crescimento algal são geralmente maiores em águas paradas em comparação com águas correntes. Isto provavelmente acontece porque as microalgas em águas paradas são menos afetadas por correntes.

Este diagnóstico, que tornou-se possível com os dados de Líderes Voluntário da Ciência, é particularmente útil, porque as agências ambientais e de água muitas vezes precisam de informações sobre quando e onde ocorre o crescimento de algas para reduzir sua frequência e duração.

Líderes Voluntário da Ciência também analisa a turbidez - a turvação da água causada por partículas individuais como sedimento ou microalgas. Pensava-se que os níveis de turbidez eram maiores em corpos d’água lóticos, devido a fatores como materiais de bacias hidrográficas locais caindo na água. Mas os novos dados de Líderes Voluntário da Ciência sugerem que os níveis de turbidez na verdade são mais elevados em corpos d’água lênticos. Os cientistas acreditam que os crescimentos de algas têm um impacto dominante na turbidez, e pretendem explorar ainda mais esta relação.
 

Poluição e plantas

Os cientistas do FreshWater Watch estão reunindo todos os 'parâmetros de pesquisa' desse estudo Líderes Voluntário da Ciência - níveis de nutrientes, turbidez etc - em um 'índice de impacto'. Isto significa que eles podem comparar estes resultados, junto com outros elementos particulares de cada corpo d'água, graças as observações que fizeram os Líderes Voluntário da Ciência. Por exemplo, parece que as fontes de poluição visíveis - como tubulações que chegam nos corpos d’água - têm um efeito notável sobre a qualidade da água: quanto maior o número de fontes de poluição visível, pior a qualidade da água.

Além disso, onde não havia nenhuma vegetação nas margens a qualidade da água geralmente era pior. Isso pode ser porque plantas terrestres ajudam a “usar” nutrientes, impedindo que eles cheguem na água, tornando o corpo d'água mais limpo.
 

CSI e satélites

Os cientistas também coletam dados do Líderes Voluntário da Ciência, colocando esses dados junto com imagens de satélite que informam sobre os fatores como hidrologia, clima e densidade populacional. Isso nos ajuda a definir um contexto para os dados.

Usando estes dados combinados locais na “escala micro” e de satélite na “escala macro”, podemos melhorar nossa capacidade de prever como os corpos d'água parados se comportam ao longo do tempo. Para corpos d'água corrente isso ainda não está tão claro, mas o objetivo é investigar estes resultados preliminares ainda mais.
 

Obrigado - e continue assim!

Alguns destes resultados preliminares podem parecer senso comum, mas na verdade a prova estatística fornecida pela coleta de dados dos Líderes Voluntário da Ciência é absolutamente vital, porque nos dá ferramentas para informar sobre o manejo de conservação - como saber a eficácia dos espaços verdes perto dos corpos de água e de “faixas de tampão” perto de fazendas que ajudam a reduzir a carga de nutrientes do escoamento agrícola, que poderia acabar parando na água se não fosse por isso.

Então é graças a você que conseguimos dar passos no sentido de preservar a água doce do nosso planeta. Precisamos de mais dados para tornar as nossas conclusões mais robustas, então continue testando os corpos d’água locais e continue enviando dados. Você também pode ajudar com o recrutamento de mais Líderes Voluntário da Ciência de seus colegas.

Nós também adoramos ouvir sobre suas experiências. Mantenha contato com nossos fóruns e blogs, e fique de olho para mais descobertas do FreshWater Watch.